PREVALÊNCIA DE CISTICERCOSE EM CARCAÇAS DE BOVINOS CONDENADOS EM FRIGORÍFICO DO INTERIOR DO ESTADO DE SÃO PAULO

  • Osmani Buranello Filho
  • Maria Cecília Soares Universidade Federal de Uberlândia
  • Sabrina Nathália Louzada Nogueira
  • Rafael Paranhos de Mendonça
Palavras-chave: Cisticerco, Inspeção sanitária, Parasitologia, Zoonose

Resumo

A cisticercose bovina está entre as enfermidades mais frequentes encontradas durante a inspeção de carcaças bovinas em abatedouros e frigoríficos. Esta enfermidade apresenta distribuição mundial, presente principalmente em países em desenvolvimento como o Brasil. É considerada uma antropozoonose que causa grandes prejuízos econômicos e traz riscos à saúde pública. O objetivo do presente estudo foi verificar a prevalência de cisticercose em bovinos abatidos em frigorífico do interior de São Paulo, relacionando o número de casos encontrados com os municípios de origem dos bovinos. Foram analisados os registros de 3425 carcaças inspecionadas, oriundas de 104 municípios, os dados foram obtidos no período de julho de 2010 a julho de 2015. Os municípios com maior número de casos de cisticercose foram Colômbia, Patrocínio Paulista e Barretos, com 10,3%, 8,8% e 6,8% respectivamente. Conclui-se que os registros de inspeção sanitária, podem auxiliar no controle e prevenção das enfermidades nos municípios mais acometidos, além de orientar os criadores sobre os prejuízos ocasionados devido à condenação das carcaças. 

Biografia do Autor

Maria Cecília Soares, Universidade Federal de Uberlândia
Estudante de graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Uberlândia.
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017