EFEITO DO DIFLUBENZURON EM LARVAS DE Haematobia irritans (MOSCA-DOS-CHIFRES) PRESENTES NAS FEZES DE BOVINOS

  • Rafael Mamede Tosi
  • Sabrina Nathália Louzada Nogueira
  • Thacia Rodrigues Guerra
  • Rangel Rodrigues Silva
  • Rafael Paranhos de Mendonça Universidade de Franca
Palavras-chave: Eficácia. Haematobia irritans. Mosca-dos-chifres. Diflubenzuron.

Resumo

A mosca Haematobia irritans, conhecida popularmente como mosca-dos-chifres, é um parasito hematófago que, devido a sua picada dolorida, causa intenso estresse, diminuindo o consumo de alimento, afetando os índices produtivos, gerando prejuízos importantes na pecuária de corte e leite. O trabalho teve como objetivo avaliar a eficácia do diflubenzuron sobre o desenvolvimento de larvas de Haematobia irritans (mosca-dos-chifres) em bovinos leiteiros. Para isto foram utilizados 32 animais adultos, da espécie bovina, mestiços, divididos em dois grupos: tratados e controle. A estratificação foi realizada por meio da contagem de moscas presente nos animais, de modo que foram formados dois grupos homogêneos quanto à quantidade de moscas. Os animais foram mantidos em sistema extensivo, com alimentação complementar com silagem de milho, ração e suplementados com sal mineral. Nos animais do grupo tratado foi adicionado, ao sal mineral, o diflubenzuron durante todo o período experimental, enquanto que, os animais do grupo controle receberam apenas sal mineralizado sem adição de diflubenzuron. Amostras de fezes foram colhidas nos dias 0 (antes do tratamento), 1, 2, 3, 7, 14, 21 e 28 pós-tratamento para avaliação da eficácia do produto analisado quanto ao desenvolvimento das larvas de H. irritans nas fezes. As fezes provenientes dos animais tratados e controle foram coletadas e armazenadas em caixas com telas mosqueteiras. Todas as amostras foram mantidas nas mesmas condições, em campo aberto, simulando o ambiente de pastagem. Para avaliar a eficácia do produto, foi contabilizado o número de moscas adultas presentes nas caixas. Os resultados obtidos demonstraram que o produto avaliado não apresentou eficácia satisfatória contra larvas de Haematobia irritans nas fezes de bovinos leiteiros tratados pela via oral. Desse modo, conclui-se que o produto não interferiu no desenvolvimento das larvas nas fezes de bovinos tratados com diflubenzuron.
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017