AÇÃO CARRAPATICIDA DOS ÓLEOS ESSENCIAIS DE SÂNDALO E TOMILHO NO CONTROLE DE Rhipicehalus (Boophilus) microplus - TESTE DE IMERÇÃO DE ADULTOS

  • Guilherme Luiz Gomes da Silva
  • Sabrina Nathália Louzada Nogueira
  • Rodrigo Lucarini
  • Thacia Rodrigues Guerra
  • Ana Clara Santos Pereira
  • Rafael Paranhos de Mendonça
Palavras-chave: Bovinos, Quimioterápicos, Resistência, Teleóginas.

Resumo

O carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus é conhecido nacionalmente como carrapato do boi, causando grande insucesso na bovinocultura de corte e leite. O uso excessivo e indiscriminado de produtos carrapaticidas nos bovinos tem acelerado o processo de resistência dos carrapatos a diversas bases químicas. Em virtude das vantagens apresentadas por medicamentos fitoterápicos, do crescente problema de resíduos e da resistência dos carrapatos frente aos produtos quimioterápicos convencionais, o presente estudo avaliou a eficácia carrapaticida in vitro dos óleos essenciais de Sândalo e Tomilho no controle do Rhipicephalus (B.) microplus. Para isto, os óleos essenciais foram diluídos nas concentrações de 0,5% e 1% e avaliados por meio do teste in vitro (Teste de imersão de Adultos). Para as diluições foi utilizado água destilada, propilenoglicol e o óleo essencial nas suas devidas concentrações. Nos resultados obtidos foi possível observar que os óleos essenciais extraídos das plantas avaliadas apresentaram efeito acaricida nas duas concentrações, porém teve um maior destaque ao óleo de Sândalo que na concentração de 1% atingiu máxima eficácia de 100%. Outro fato digno de nota é que, mesmo na concentração de 0,5% obteve índices de eficácia acaricida de 94,43%. Em comparação, o óleo de Tomilho apresentou eficácia de 68,57% na concentração de 0,5% e de 94,68% na diluição de 1,0%. Pode-se concluir que, os óleos essenciais estudados apresentaram elevado potencial acaricida e podem servir como fonte de pesquisas de novos ativos no controle de carrapatos.
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017