AÇÃO CARRAPATICIDA DO ÓLEO ESSENCIAL DE BERGAMOTA E LIMÃO TAHITI NO CONTROLE DE Rhipicehalus (Boophilus) microplus - TESTE IN VITRO

  • Guilherme Luiz Gomes da Silva
  • Sabrina Nathália Louzada Nogueira
  • Rodrigo Lucarini
  • Thacia Rodrigues Guerra
  • Ana Clara Santos Pereira
  • Rafael Paranhos de Mendonça
Palavras-chave: Bovino, Carrapato, Fitoterápicos.

Resumo

O Rhipicephalus (Boophilus) microplus é um carrapato conhecido como um dos principais ectoparasitos dos bovinos, causando grandes prejuízos na pecuária de corte e leite. Seu controle tem sido feito de forma indiscriminada, sem muito critério e utilizando medicamentos sintéticos. Devido à resistência destes ixodídeos frente aos produtos químicos convencionais, justifica-se a investigação de plantas medicinais que visam à descoberta de novos ativos no controle de carrapatos. Dessa forma, o presente estudo avaliou a eficácia carrapaticida in vitro dos óleos essenciais de Bergamota e Limão Tahiti. Para isto, os óleos foram diluídos nas concentrações de 0,5% e 1% e avaliados por meio do teste de imersão de adultos (TIA). Nos resultados obtidos observou-se que o óleo essencial de Limão Tahiti obteve eficácia de 22,02% e 84,25% para as concentrações de 0,5% e 1,0% respectivamente. O óleo essencial de Bergamota na concentração de 0,5% apresentou resultados superiores (35,01%) aos obtidos pelo óleo de Limão Tahiti, porém na concentração de 1,0% obteve índice de eficácia inferior (70,08%) ao do limão. Por meio do delineamento experimental proposto, conclui-se que os óleos essenciais avaliados podem servir como fonte de novos ativos para o controle do carrapato.   
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017