AÇÃO ACARICIDA DOS ÓLEOS ESSENCIAIS DE GENGIBRE E MENTA NO CONTROLE DE Rhipicephalus (Boophilus) microplus - TESTE IN VITRO

  • Sabrina Nathália Louzada Nogueira Universidade de Franca
  • Rodrigo Lucarini
  • Guilherme Luiz Gomes da Silva
  • Thacia Rodrigues Guerra
  • Ana Clara Santos Pereira
  • Rafael Paranhos de Mendonça
Palavras-chave: Carrapato, Bovinocultura, Ectoparasito.

Resumo

As substâncias produzidas pelas plantas são usadas como medicamentos desde o início do século XIX. Os óleos essenciais extraídos a partir de uma grande variedade de plantas possuem propriedades medicamentosas contra diversos organismos, podendo reduzir os impactos econômicos e ambientais causados pelo uso de pesticidas sintéticos, além de levar ao descobrimento de novos produtos terapêuticos, motivo pelo qual, pesquisas envolvendo fitoterápicos para o controle de carrapatos são comumente encontradas na literatura. Nesse contexto, o objetivo deste trabalho foi avaliar a ação acaricida dos óleos essenciais de gengibre e menta sobre o carrapato Rhipicephalus (Boophilus) microplus. Para isto, os óleos supracitados foram testados in vitro, nas diluições de 0,5% e 1,0% por meio de teste de imersão de adultos (TIA), para o qual, foram utilizados exemplares de teleóginas de colônia mantida em laboratório. Os resultados demonstraram que o óleo de gengibre obteve eficácia de 28,98% e 38,14%, nas diluições de 0,5% e 1,0%, respectivamente. O óleo de menta obteve eficácia de 25,58% na concentração de 0,5% e de 44,04% na diluição de 1,0%. Após análise dos resultados pode-se concluir que os dois óleos essenciais avaliados tiveram eficácia insatisfatória.
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017