LINHAGENS FÚNGICAS ASSOCIADAS À ASCIDIA Didemnum perlucidum E SEU POTENCIAL ESQUISTOSSOMICIDA

  • Natália Juliana Andrade Universidade de Franca
  • Larissa de Oliveira Silva
  • Urias Junior de Oliveira Soares
  • Rhenner Nicolas Ávila Assis
  • Kátia Aparecida Siqueira
  • Marcos Antônio Soares
  • Gustavo Muniz Dias
  • Lizandra Guidi Magalhães
  • Ana Helena Januário
Palavras-chave: Ciências Biológicas

Resumo

A ascídia Didemnum perlucidum é um invertebrado marinho notório por sua capacidade invasora em ecossistemas marinhos costeiros de regiões tropicais, com introdução recentemente no Brasil. Ascídias do gênero Didemnum são reconhecidas por seu relevante potencial biológico com destaque para as atividades antitumorais e antimicrobianas. Por esta razão, decidimos avaliar in vitro o potencial esquistossomicida dos fungos 4A3 (Penicillium) e 4A5 (Trichoderma saturnisporum) isolados a partir de D. perlucidum. Os extratos em AcOEt/MeOH destas duas linhagens fúngicas foram avaliados quanto à morte dos vermes adultos do parasita Schistosoma mansoni e a diminuição da atividade motora no intervalo de concentração entre 12,5 e 200 μg/mL, diariamente por 3 dias, em comparação com o controle positivo praziquantel. Os resultados obtidos demonstraram que o extrato de 4A5 quando avaliado na dose de 200 μg/mL ocasionou 75% e 100 % da morte dos parasitas em 24 e 48 horas de tratamento, respectivamente. Quanto ao critério mobilidade, os dois extratos reduziram a atividade motora em 100% na dose de 12,5 µg/ml em 24 horas de tratamento. Estudos do potencial esquistossomicida de D. perlucidum e seus fungos associados são inexistentes, ressaltando o ineditismo e importância desta abordagem na busca de fontes alternativas de novos agentes terapêuticos esquistossomicidas.
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017