PRESENÇA DE OVOS, CISTOS E OOCISTOS DE PARASITAS EM AMOSTRAS DE ÁGUA DO IFNMG - CAMPUS SALINAS, ATRAVÉS DE DUAS TÉCNICAS DE DETECÇÃO

  • Laís Brito Silva Instituto Federal do Norte de Minas Gerais
  • Jefferson Bruno Bretas
  • Carla Patrícia Leolina de Sá
  • Vanessa Paulino da Cruz Vieira
  • Isabella Maxwell Paulino Fernandes
Palavras-chave: Água, Parasitas, Técnicas de detecção, IFNMG

Resumo

A água é considerada uma grande vinculadora de agentes potenciais causadores de doenças, podendo acarretar surtos com altas taxas de morbidade e mortalidade tanto em pessoas como em animais. Dentre esses agentes, estão os parasitas, que são um grande problema para a saúde pública. A presença de ovos, cistos e oocistos de parasitas em águas próprias para o consumo, podem indicar que a técnica utilizada para seu tratamento não é adequada para eliminar tais transmissores de doenças. Pensando nisso, esse trabalho teve o objetivo avaliar a presença de ovos, cistos e oocistos de parasitas em amostras de água do Instituto Federal do Norte de Minas Gerais (IFNMG)– Campus Salinas, através de duas técnicas de detecção. Para isso, foram coletadas 20 amostras de um litro de água de diferentes pontos do Campus, como bebedouros, água utilizada no preparo das refeições, água fornecida aos animais e utilizada na irrigação da horta. As amostras foram acondicionadas em recipientes plásticos identificados, previamente higienizados com detergente neutro e água destilada, sendo encaminhadas ao Laboratório de Parasitologia Veterinária para análise. Foram realizadas as técnicas de Faust e de Ritchie, baseadas nos princípios de flutuação e sedimentação, respectivamente, com lâminas observadas em microscópio óptico, nas objetivas de 10x e 40x. Após a leitura das lâminas das duas técnicas, não foram encontrados ovos, cistos ou oocistos de parasitas em nenhuma amostra. Os resultados sugerem que o sistema de tratamento da instituição é eficiente na eliminação de parasitas. Sendo assim, pode-se concluir que não observou-se presença de ovos, cistos e oocistos de parasitas em amostras de água do IFNMG – Campus Salinas, através das duas técnicas de detecção utilizadas.

Biografia do Autor

Laís Brito Silva, Instituto Federal do Norte de Minas Gerais
 Se encaixa em duas áreas : Protozoologia e Helmintologia
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017