PRIMEIRO REGISTRO DE Athesmia sp. (TREMATODA, DICROCOELIIDAE) EM Caracara plancus (MILLER, 1777) (FALCONIFORMES: FALCONIDAE) NO BRASIL.

  • Filipe do Carmo Souza Fernandes Laboratório de Taxonomia e Ecologia de Helmintos - Odile Bain, Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF, Minas Gerais
  • Fabiano Matos Vieira Laboratório de Helmintos Parasitos de Vertebrados, IOC, FIOCRUZ, Rio de Janeiro
  • Sueli de Souza Lima Laboratório de Taxonomia e Ecologia de Helmintos - Odile Bain, Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF, Minas Gerais
Palavras-chave: Aves, Caracará, parasitos

Resumo

O presente estudo tem o objetivo de registrar o parasitismo por digenéticos do gênero Athesmia Looss, 1899 (Trematoda, Dicrocoellidae) em Caracara plancus no Brasil. Foram analisados cinco espécimes de Caracara plancus, conhecido popularmente como Caracará, oriundos da microrregião de Juiz de Fora, Minas Gerais. Os espécimes foram cedidos, sob congelamento, pelo Centro de triagem de animais silvestres (CETAS) do IBAMA/JF, MG. Os digenéticos coletados foram fixados em formalina 4% por 48 horas, acondicionados em etanol 70° GL, corados em carmalúmen de Mayer para identificação. Todos digenéticos foram coletados no fígado. Foi observada uma prevalência de 40% do parasitismo por Athesmia sp., intensidade média de 20 parasitos por hospedeiro infectado e abundância média de cinco parasitos por hospedeiro analisado. O gênero Athesmia atualmente possui aproximadamente 11 espécies nominais, que parasitam aves e mamíferos por todo o Mundo. Desse total, nove espécies são registradas em Aves. No Brasil, a única espécie desse gênero registrada é Athesmia heterolecithodes (Braun, 1899), que também ocorre em mamíferos no país. Estudos prévios registraram essa espécie no Brasil em aves dos gêneros Jacana, Guira, Eurypyga, Milvago, Theristicus, Cariama, Psophia, Athene, Pardirallus, Netta e Dendrocygna. Caraca plancus se distribui desde o sul do rio Amazonas até o sul da Argentina, porém são inexistentes os registros de Athesmia sp. nessa espécie de hospedeiro no Brasil e também em outros países. Portanto, o presente estudo se constitui no primeiro registro de ocorrência de Athesmia sp. em Caracara plancus.
Publicado
2016-10-18
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017