PEPTÍDEO SINTÉTICO PARA O DIAGNÓSTICO SOROLÓGICO DA NEUROCISTICERCOSE HUMANA

  • VANESSA DA SILVA RIBEIRO Universidade Federal de Uberlandia
  • HENRIQUE TOMAZ GONZAGA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA
  • DANIELA DA SILVA NUNES UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIAS
  • LUIZ RICARDO GOULART UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLANDIA
  • JULIA MARIA COSTA-CRUZ
Palavras-chave: ELISA, Imunodiagnóstico, Peptídeo, Neurocisticercose

Resumo

A neurocisticercose (NC), causada pelas formas metacestódeas de Taenia solium, é listada pela Organização Mundial da Saúde como uma zoonose endêmica negligenciada, além de ser uma das  principais causas de convulsões e epilepsia. O diagnóstico clínico da doença é difícil pela variedade de sintomas e o imunodiagnóstico é limitado pela reatividade cruzada. Pesquisas têm sido realizadas buscando antígenos altamente sensíveis e específicos com aplicabilidade em plataformas diagnósticas de baixo custo como ELISA (enzyme linked immunosorbent assay). O objetivo deste estudo foi aplicar o peptídeo sintético NC41, cuja sequência deriva de um peptídeo mimético obtido anteriormente por phage display, no imunodiagnóstico da NC e verificar o alinhamento de sua sequência com proteínas do gênero Taenia. A síntese do peptídeo foi realizada repetindo a sequência, com um espaçador GGGS, e modificações na extremidade N-terminal (BSA) e carboxi-terminal (amidação). O teste ELISA para a detecção de IgG,utilizando como controle de antígeno o extrato salino total de metacestódeos de T. solium (ES), foi realizado em amostras de soro de indivíduos: com NC (n=40), outras parasitoses (n=40), e indivíduos aparentemente saudáveis com  três amostras de fezes negativas (n=40). Os parâmetros diagnósticos de sensibilidade (Se), especificidade (Es), likelihood ratio (LR) e área sob a curva (AUC) foram calculados utilizando as curvas receiver operating characteristic (ROC). O peptídeo sintético apresentou parâmetros diagnósticos superiores àqueles apresentados pelo antígeno total, respectivamente: Se: 97,5% x 85%; Es: 97,5% x 83,8%; LR: 39 x 5,23; AUC: 0,9973 x 0,9253 (P = 0,0019). O alinhamento com proteínas do parasito revelou similaridade com proteínas de conhecida aplicação diagnóstica na NC e relacionadas com sobrevivência do parasito, tais como: citocromo oxidase subunidade III, glutationa S transferase e fosfoenolpiruvato carboxiquinase. Os ótimos parâmetros diagnósticos alcançados pelo peptídeo NC41 indicam sua potencial aplicabilidade como ferramenta diagnóstica na NC humana. 
Publicado
2016-10-17
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017