EFEITO DA ATIVIDADE MOLUSCICIDA E ESQUISTOSSOMICIDA in vitro DO EXTRATO DE Mikania glomerata

  • Karen Ramos da Silva Universiade de Franca
  • Jaqueline Lopes Matos Universidade de Franca
  • Gabriela de Paula Aguiar Universidade de Franca
  • Vladimir Constantino Gomes Heleno Universidade de Franca
  • Vanderlei Rodrigues Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
  • Lizandra Guidi Magalhães Universidade de Franca
Palavras-chave: Biomphalaria glabrata, Esquistossomose, Mikania glomerata, Schistosoma mansoni.

Resumo

Esquistossomose, causada pelo trematóide Schistosoma mansoni, é uma doença endêmica no Brasil e em muitos outros países tropicais. A transmissão desta doença é determinada pela existência e distribuição geográfica de seu hospedeiro intermediário, o caramujo do gênero Biomphalaria. O objetivo foi avaliar o potencial do extrato de Mikania glomerata contra caramujos adultos e embriões de Biomphalaria glabrata, em vermes jovens e adultos de Schistosoma mansoni. Caramujos adultos e embriões foram mantidos em água declorada e expostos ao extrato nas concentrações de 12,5; 25; 50 e 100µg/mL durante 24h. Após exposição, foram lavados e observados durante sete dias para avaliação da mortalidade e malformações. Vermes jovens e adultos foram recuperados por perfusão do sistema porta-hepático de camundongos, cultivados em meio RPMI com diferentes concentrações do extrato por 72h e a viabilidade foi analisada utilizando microscópio invertido. Os resultados demonstram que M. glomerata causa morte em caramujos adultos apenas na concentração de 100 e 50 µg/mL, apresentando valor de IC50 acima de 100µg/mL para caramujos adultos. Foi observado uma redução de 8,9; 97,2 e 100% nas concentrações de 25,50 e 100µg/mL no desenvolvimento dos embriões, apresentando IC50 de 29,64ppm comparado com o controle negativo. Na avaliação dos vermes jovens também observou uma redução na viabilidade dos parasitos, sendo de 25% nas concentrações de 12,5 a 50µg/ml e 75% nas concentrações de 100 e 200µg/ml, apresentando IC50 de 23,80µg/ml. Em vermes adultos foi observado que o extrato de M. glomerata altera a viabilidade nas concentrações de 12,5 a 100µg/mL, e em 200ug/ml causa 100% de mortalidade em 24h de incubação, apresentando IC50 de 67,39µg/ml. Pode-se concluir que M. glomerata causa redução no desenvolvimento de embriões de caramujos e altera a viabilidade de vermes jovens e adultos de S. mansoni. 
Publicado
2016-09-16
Seção
FOTOS - ENCONTRO NACIONAL DE PATOLOGIA CLÍNICA VETERINÁRIA 2017