INTERAÇÃO HYPERICUM PERFORATUM E ETHINYL ESTRADIOL: UMA REVISÃO DA LITERATURA

  • Heverton Alves Peres FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO
  • Elcio Rivelino Rodrigues Universidade de Franca
  • Gabriel Caparelli Silveira
  • Daniel dos Santos
Palavras-chave: Ciências da Saúde

Resumo

O uso de contraceptivos orais (CO) e Hypericum perforatum pode produzir interações medicamentosas (IM), sangramentos intermenstruais e até falha dos CO. Entretanto, alguns estudos da literatura são controversos, sendo objetivo desta revisão narrativa, analisar qualitativamente os artigos selecionados propondo medidas para resolver esta questão. De acordo com os artigos analisados, há poucos estudos clínicos controlados e nenhuma meta-análise e revisão sistemática sobre esta questão, além do pequeno número de mulheres em uso de CO com Hypericum perforatum envolvidas nestes estudos. Apesar desta limitação, não podemos ignorar esta interação, e uma proposta desta revisão, é a dispensação do CO de forma correta por Profissionais de Saúde, a aplicação do algoritmo e a consulta à tabela das IM do Hypericum perforatum no momento da dispensação, como ferramenta para auxiliar no manejo das mulheres em uso do CO com o Hypericum perforatum. 

Biografia do Autor

Heverton Alves Peres, FACULDADE DE MEDICINA DE RIBEIRÃO PRETO
Departamento de Endocrinologia e Metabolismo
Publicado
2016-03-30
Seção
Revisão Ciências da Saúde