OS GÊNEROS TEXTUAIS NA AUTODIDÁTICA EM LÍNGUAS ESTRANGEIRAS: UMA PROPOSTA METODOLÓGICA

  • Natália Danzmann de Freitas Universidade de Franca
  • Maria Flávia Figueiredo Universidade de Franca

Resumo

A crescente disseminação da aprendizagem de línguas, incorporando novas tecnologias e, consequentemente, novos gêneros textuais aos tradicionais métodos de aprendizagem, é resultado iminente da globalização.O contato e a troca de informações entre diferentes culturasvêm se tornando cada vez mais necessários para as relações humanas e, como consequência disso, vêm criando certa demanda pelo conhecimento de línguas estrangeiras por parte da massa populacional. Esse fato pode ser constatado ao se observar a democratização dos meiosde comunicação (principalmente, a Internet) responsáveis por disseminar os novos gêneros textuais mencionados anteriormente. Tendo em vista esse cenário de constante intercâmbio cultural, o presente trabalho propõe uma estratégia de aprendizagem autodidata, que possa serutilizada durante a aprendizagem de uma língua estrangeira, e devidamente adaptada à necessidade específica de cada aprendiz. A estratégia aqui contemplada conta com gêneros textuais pré-selecionados para cada etapa da aprendizagem, analisados à luz da Linguística Textual e utilizados como complemento aos fundamentos básicos da Gramática Gerativa Transformacional, de Noam Chomsky. Podendo ser utilizada anteriormente à aprendizagem em sala de aula ou concomitantemente à mesma, a proposta autodidata aqui apresentada visa guiar o aprendiz, passo a passo, rumo à fluência.
Publicado
2013-11-21
Seção
Artigos