AS ESTRATÉGIAS ENUNCIATIVAS EM “VAI” DE IVAN ÂNGELO

  • Renata Cristina Duarte Universidade de Franca
  • Vera Lucia Rodella Abriata Universidade de Franca

Resumo

Este trabalho analisa o conto “Vai”, de Ivan Ângelo, do livro O ladrão de sonhos e outras histórias. O referencial teórico utilizado é a teoria semiótica francesa. No conto em questão, o contrato que determina o relacionamento amoroso do narrador com seu narratário está prestes a ser rompido, pois um antissujeito, o rival, se coloca entre eles. Dessa forma, o narrador, enquanto sujeito manipulador, exerce seu fazer persuasivo para convencer seu narratário sobre a validade do relacionamento. Objetivamos analisar a construção do narrador e do narratário, assim como as estratégias enunciativas utilizadas pelo narrador para persuadir o narratário a não abandoná-lo. A análise se inscreve no âmbito do projeto “Linguagens, códigos e tecnologias: práticas de ensino de leitura e de escrita na educação básica – ensino fundamental e médio”.
Publicado
2012-08-28
Seção
Artigos