OUAIS, C’EST CHANEL, MON AMOUR: mulher com publicidade

  • Henrique Dutra Macedo Universidade de Franca
  • Camila de Araújo Beraldo Ludovice Universidade de Franca

Resumo

O trabalho em questão tem o objetivo de apresentar uma análise dos recursos publicitários, sob a ótica da semiótica francesa e suas concepções de texto, discurso e significação, à luz de L. Hjelmslev, A. J. Greimas e seus seguidores. Utilizamos como corpus, para tal, o vídeo Chanel nº 5: o filme, veiculado em 2007 pela maison Chanel. Tomaremos como referência a feminilidade retratada dentro desta publicidade em especial com a proposta de analisar a construção do universo feminino dentro da mesma. Consideraremos a hipótese inicial de que a tarefa principal da publicidade não é unicamente o ato de ‘fazer comprar’; antes disso, estão condicionadas ao discurso publicitário disposições afetivas que impulsionam a mudança de ato. Tratando-se de um vídeo, foi necessário fragmentá-lo em tomadas para que sua análise fosse construída, levando em conta a narratividade que a sequência de imagens sugere.
Publicado
2011-06-30
Seção
Artigos