DISCURSO DO NORTE: metáforas e hiperbolização no pronunciamento de posse da prefeita Cinthia Ribeiro

Resumo

Analisamos neste artigo a materialidade enunciativa discurso de posse. Em nosso percurso analítico, buscamos observar o funcionamento dos processamentos metafóricos e suas implicações para a manutenção das formações imaginárias, sobretudo as projeções geradoras do sucesso político nos discursos de posse. Para tal esforço investigativo, lançamos mão das consagradas noções de interdiscurso, de intradiscurso, bem como das noções de sucesso (SOARES, 2018a, 2018b), de memória discursiva, de metáfora e de hipérbole para descrever e interpretar o acontecimento discursivo “pronunciamento de posse”, da prefeita de Palmas, Tocantins, Cinthia Ribeiro, no dia 1º de janeiro de 2021. Ao final desse empreendimento analítico, buscamos responder como o funcionamento dos processos metafóricos e da hiperbolização pode ressignificar a posição e os sentidos do sujeito mulher no campo político.

Biografia do Autor

Damião Francisco Boucher, Universidade Federal do Tocantins (UFT)
Mestre em Letras pela Universidade Federal do Tocantins (UFT), campus de Porto Nacional e membro do Grupo de estudo de Análise do Discurso (GESTADI-UFT).
Thiago Barbosa Soares, Universidade Federal do Tocantins (UFT)
Doutor em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).  Professor no curso de Letras e no Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Bolsista de produtividade do CNPq. Lattes:  http://lattes.cnpq.br/8919327601287308. Email: thiago.soares@mail.uft.edu.br.
Publicado
2024-06-10