AUTORES SURDOS BRASILEIROS NA CONTEMPORANEIDADE: marginalidade no longo caminho para o centro

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar cinco obras de autores surdos e como essas podem nos conduzir o ouvinte ao diálogo com o outro-surdo. Essa discussão se torna necessária pois as artes surdas ainda estão à margem dos estudos acadêmicos, e fora dos currículos escolares e tão pouco as encontramos facilmente em museus. Por isso, faremos incursão por obras de artistas surdas de cada região do Brasil, buscando perceber como as suas obras podem nos aproximar das realidades da comunidade surda. Nesse caminho, utilizaremos os conceitos de produção de presença de Gumbrecht (2010) e o ato responsável de Bakhtin (1987). Com esse trabalho esperamos abrir portas para as obras das artes surdas que estão à margem possam se conhecidas por mais pessoas e que mais pesquisadores se atentem para essa forma de arte.

Biografia do Autor

Ronny Diogenes Menezes, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
Professor de Libras com doutorado em andamento em Linguagem e ensino, mestrado em Formação de Professores e especialização em ensino e tradução da Libras.
Publicado
2022-06-30