A RUPTURA DAS MÁXIMAS DE GRICE EM TIRINHAS E A FORMAÇÃO DO HUMOR

Resumo

Este trabalho analisou pragmaticamente a ocorrência da ruptura das máximas de Grice em tirinhas. Para tanto, partimos do seguinte questionamento: Por que o abandono das máximas de Grice, em tirinhas, gera humor? O objetivo geral deste estudo é identificar como o abandono das máximas de Grice, em tirinhas, cria o humor. O aporte teórico faz usos dos estudos de Wittgenstein (1975), Grice (1975), Ferreira (2000), Mey (2001); Bräscher (2002), Silva (2006), Tavares (2006); Levison (2007), Silveira (2007), Cançado (2008), Costa (2009), Nóbrega (2016), Silva (2017) e Marcondes (2017) e  Arroyo (2020). A pesquisa desenvolvida por nós tem caráter qualitativo. Analisamos cinco tirinhas do Dr.pepper. O resultado aponta que o humor, nas tirinhas do Dr.pepper, manifesta-se pelo abandono de duas máximas de Grice: a máxima da quantidade e a de modo.

Biografia do Autor

Érica Pires Conde, Universidade Federal do Piaui - UFPI
Professora Adjunta - nével III da Universidade Federal do Piauí, lotada no Centro de Ciências da Educação - CCE, no Departamento de Métodos e Técnicas de Ensino- DMTE, com mestrado em Linguística pela UFC ( Universidade Federal do Ceará) e em Educação, Administração e Comunicação pela Universidade São Marcos - São Paulo.
Publicado
2022-06-30