O QUE SÃO HISTÓRIAS DE ABORTO? efeitos de pré-construído na campanha “Eu vou contar”

Resumo

Para ouvir histórias de aborto, a Anis - Instituto de Bioética, apoiada pela Think Olga, lançou, em 2017, a campanha Eu vou contar. Através da rede social virtual Tumblr, a campanha publicou, de setembro de 2017 a julho de 2019, cinquenta e duas histórias de aborto, na maioria, de sujeitos-corpos-ovarianos que interromperam a gestação clandestinamente no Brasil. Além da publicação dos textos enviados à campanha, a Prof.ª Dr.ª Débora Diniz realizou a leitura oral de cada história, a qual foi registrada em vídeo, publicado juntamente com as histórias de aborto na forma escrita. No Tumblr Eu vou contar, ainda foram publicados os dois textos de divulgação da campanha, sendo o segundo assinado por Diniz, uma das idealizadoras da campanha. A partir de Sequências Discursivas dessas duas materialidades verbais e da sequência enunciada antes da leitura oral de cada história, buscamos refletir, baseadas na Análise Materialista do Discurso, sobre os efeitos de evidência produzidos pela ideologia a respeito de histórias de aborto e como as relações de sentido estabelecidas via pré-construído nas materialidades em análise autorizam, no nível do intradiscurso, relações parafrásticas.

Biografia do Autor

Millaine de Souza Carvalho, Doutoranda em Letras na Universidade Federal de Pelotas
Mestre em Letras pela Universidade Federal de Pelotas
Luciana Iost Vinhas, Docente da Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Doutora em Letras pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Publicado
2021-11-23