A TÓPICA DE PERELMAN E OLBRECHTS-TYTECA

  • Luiz Antonio Ferreira Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Palavras-chave: Tópoi. Lugares comuns. Nova Retórica. Perelman & Tyteca.

Resumo

No capítulo V da terceira parte de “Retóricas”, Perelman faz interessante reflexão sobre lugares retóricos, valores e posições dos clássicos e românticos na argumentação. Para o autor, as pesquisas sobre argumentação tendem a mostrar que as noções de classicismo e romantismo se referem a premissas de argumentação, a posições de pensamento e modos de expressão que mantêm estreita relação com os estudos do raciocínio. O objetivo deste artigo, pois, é refletir sobre o modo como Perelman associa a constituição de um percurso argumentativo de clássicos e românticos para provocar ou aumentar a adesão das mentes às teses apresentadas.

Biografia do Autor

Luiz Antonio Ferreira, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo
Doutor em Educação pela USPCoordenador do Programa de Pós-Graduação em Língua Portuguesa da PUC-SP
Publicado
2020-03-03