A UTILIZAÇÃO DA ESCRITA NO WHATSAPP E SUA INFLUÊNCIA NA PRODUÇÃO DE TEXTOS ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Maria da da Luz Olegário Centro de Educação-Universidade Federal da Paraíba.
  • Antônia Alexandre Barbosa Centro de Educação-Universidade Federal da Paraíba.
Palavras-chave: Whatsapp. Ensino da escrita. Texto escolar.

Resumo

As influências das mídias digitais e das estratégias empreendidas em seu uso e possíveis influências sobre a linguagem escrita, especificamente, no Whats-App, são o escopo deste estudo. Fundamentado em pesquisas desenvolvidas por Crystal (2001), Galli (2002), Xavier (2011), Marcuschi e Hoffnagel (2007), Araújo e Biasi Rodrigues (2005) e Marcuschi (2010), trata-se de levantamento bibliográfico que reflete sobre a linguagem na contemporaneidade, mais especificamente, a linguagem produzida nos novos meios digitais, especialmente as mensagens de WhatsApp, e sua possível interferência sobre a produção de textos dos estudantes do ensino fundamental. Para tanto, faz-se uma breve incursão pela história da escrita, tendo por base os estudos de Higounet (2003) que traduzem a evolução dessa modalidade como uma necessidade histórica do ser humano e permite perceber a linguagem digital como um novo estágio nesse processo evolutivo. Assim, percebe-se a necessidade de se considerar a linguagem produzida nos meios digitais como material de análise pelos/as professores/as de língua portuguesa que atuam no ensino fundamental, séries finais, os quais, através dessa abordagem, poderão ter uma melhor compreensão de certos problemas apresentados na escrita dos estudantes e, consequentemente, contribuir para o avanço na produção da escrita desses estudantes em níveis mais formais.

Biografia do Autor

Maria da da Luz Olegário, Centro de Educação-Universidade Federal da Paraíba.
Doutora em Educação, mestre em Língua Portuguesa. Professora da UFPB e docente vinclada ao Programa Mestrado Profissional em Letras-UFCG  e ao Programa de Pós-Graduação em Organizações Aprendentes-MPGOA-UFPB
Antônia Alexandre Barbosa, Centro de Educação-Universidade Federal da Paraíba.
Mestre pelo Programa Profissional em Letras-PROFLETRAS, campus de Cajazeiras-CFP-UFCG; professora do Ensino Fundamental da Rede Pública do Ceará
Publicado
2020-03-03