O LIVRO DIDÁTICO DE ESPANHOL/LE NOS ANOS INICIAIS E AS IMPLICAÇÕES TEÓRICO-METODOLÓGICAS SOBRE ALFABETIZAÇÃO

  • Livya Lea de Oliveira Pereira Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: Ensino de espanhol. Livro didático, Anos Iniciais, Alfabetização.

Resumo

Há escolas brasileiras que ofertam o ensino de espanhol como língua estrangeira desde os anos iniciais, pois, como afirmam Eres Fernandes e Rinaldi (2009), não há um consenso no âmbito teórico sobre qual a melhor idade para aprender uma LE, assim há os que argumentam que quanto mais cedo melhor. Nos anos iniciais, as crianças estão em processo de alfabetização em sua língua materna (LM), processo sobre o qual versam diversas teorias pedagógicas, na tentativa de compreendê-lo e explicá-lo, resultando em métodos e metodologias, tais como o método global, o fônico etc. Nesse contexto, este artigo se propõe a analisar como se dá o diálogo entre as teorias pedagógicas, teorias linguísticas e metodologias em livros didáticos de espanhol, elaborados para o público-alvo infantil. Para tanto, realizamos o seguinte percurso teórico-metodológico: 1. panorama bibliográfico sobre ensino de espanhol nos anos iniciais no contexto nacional; 2. apresentação e descrição do livro Mi mundo y yo 2 (JIMÉNEZ GARCIA; SÁNCHEZ HERNÁNDEZ, 2015); 3. discussão teórica acerca da correlação entre teorias pedagógicas, linguísticas e metodológicas presentes em uma unidade do livro analisado. Como resultado do estudo, identificamos que o material utiliza metodologia voltada ao ensino de LE, distando de métodos de alfabetização da LM. Além disso, na unidade 6 do Livro 2 da coleção analisada, constatamos procedimentos metodológicos que ora se assemelham ora se distanciam da abordagem comunicativa de LE, também o material se aproxima da tendência pedagógica liberal renovada quanto à relação professor-aluno.

Biografia do Autor

Livya Lea de Oliveira Pereira, Universidade Federal de Santa Catarina
Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Linguística da Universidade Federal de Santa Catarina. Mestre em Estudos da Tradução pela Universidade Federal do Ceará e Graduada em Letras - Língua Espanhola e suas Literaturas pela Universidade Federal do Ceará. Já lecionou em escolas regulares, cursos de idiomas e educação à distância.
Publicado
2020-03-03