PROSÓDIA E PRAGMÁTICA: UM ESTUDO RETÓRICO DE PALESTRAS MOTIVACIONAIS

  • Rosana Ferrareto Lourenço Rodrigues Universidade de Franca
  • Maria Flávia Figueiredo Universidade de Franca
Palavras-chave: Prosódia, Pragmática, Retórica.

Resumo

Este trabalho investiga a função pragmática dos elementos prosódicos como recurso retórico em palestras motivacionais para o segmento empresarial. O corpus eleito é a palestra “Como criar uma empresa de alta performance” (LUDWIG, 2007, 60 min). O arcabouço teórico está baseado nas considerações sobre Prosódia, de Cagliari (1992) e Figueiredo (2006), e nos pressupostos sobre argumentação postulados por Perelman e Olbrechts-Tyteca (2005) e Reboul (2004). Como procedimento metodológico, realizamos uma pesquisa dedutivo-bibliográfica com análise qualitativa dos dados coletados com o apoio do programa computacional Praat 4.6.12. Esta pesquisa possibilita um estudo de interseção entre Prosódia, Pragmática e a Argumentação. A análise aqui realizada tem o intuito de investigar o papel da voz na rgumentação ao demonstrar a forma como os elementos prosódicos podem ser utilizados para reforçar a intenção comunicativa do palestrante. Os dados coletados da palestra motivacional investigada revelam um registro de voz predominantemente marcado pela incidência da duração e pela mudança de tessitura, modulações utilizadas para conferir caráter irônico à fala do palestrante e, assim, prestar serviço ao modo de argumentar da persuasão.
Publicado
2010-10-25
Seção
Artigos