CISTINÚRIA EM LOBO-GUARÁ (Chrysocyon brachyurus)

Marcelo Fabián Ruiz, Nathan R Neves Cruz, Fabián . Aguirre, Rossana . Zimmermann, Antonio . Sciabarrassi

Resumo


 

A cistinúria é uma enfermidade metabólica de alta predisposição hereditária, que se apresenta com cristalúria podendo ocasionar urolitíase. A imagem acima é de lobo-guará, macho, 12 anos de idade, aprendido na localidade de Matilde (Santa Fe, Argentina). Para avaliar o estado sanitário foram solicitadas várias análises laboratoriais, dentre elas, urinálise para pesquisa de D. renale. O sedimentoscopia evidenciou regular quantidade de eritrócitos, raros leucócitos, quantidade regular de células do epitélio de transição e grande quantidade de cristais de cristais de cistina (seta). No exame ultrassonográfico não demonstrou a presença de cálculos. A cistinúria é freqüente em lobos-guarás mantidos em cativeiro. Na Argentina, tem se registrado o caso que uma fêmea com presença de cristal de cistina e microlitíase vesical¹. A presente descrição faz-se relevante já que contribui para o conhecimento das patologias que podem afetar esta espécie que está ameaça de extinção.


Palavras-chave


Cistinuria, Chrysocyon branchyurus, Argentina



DOI: http://dx.doi.org/10.26843/investigacaov1762018p%25p