METARRUBRÍCITOS EM EQUINO COM ANEMIA HEMOLÍTICA

Bianca De Fatima Dallo, Luísa Miranda Girardi Galvão Santos, CAMILA DE JESUS OLIVEIRA, LUCIANA PEREIRA MACHADO, LUIZ EDUARDO VIEIRA LEITE

Resumo


Presença de metarrubrícitos em lâmina de esfregaço sanguíneo de equino. Animal macho, de 5 anos, diagnosticado com Babesiose. A Babesiose é uma enfermidade causada pelo protozoário Babesia sp. de grande relevância na rotina equestre pela queda de performance. A presença de metarrubrícitos em sangue periférico de equinos é rara, mesmo em anemias regenerativas O hemograma revelou ascontagem houve o seguinte diferencial: neutrofilia (8.685/µL), desvio a esquerda (386/µL), presença de Metamielócitos (1.351/µL), linfócitose  (7.913/µL). O eritrograma revelou: hemácias diminuídas 1,0x106/µL, hemoglobina 3,0g/dL, hematócrito 9%, VCM 86,5 fL, HCM 28,8 pq, CHCM 33,3g/dL, evidenciando anemia macrocítica normocrômica. As proteínas plasmáticas e fibrinogênio estavam normais (7,9g/dL; 100 mg/dL). Na avaliação morfológica relatou-se anisocitose, presença de metarrubrícitos e estruturas compatíveis com Babesia sp.  Diagnóstico definitivo: anemia hemolítica.


Palavras-chave


Eritrócitos nucleados, anemia regenerativa, Equinos.



DOI: http://dx.doi.org/10.26843/investigacaov1762018p%25p