AMASTIGOTA DE LEISHMANIA EM NEUTRÓFILO CIRCULANTE DE SANGUE DE HEMOGRAMA EM CÃO

Bianca De Fatima Dallo, Marla Schneider, Fernanda Bernado Cripa, Luciana Pereira Machado

Resumo


Presença de sete formas amastigotas de Leishmania spp em neutrófilo de cão. A leishmaniose é uma zoonose e o diagnóstico é feito pela observação de formas amastigotas, em citologia de pele, aspirado de medula óssea ou linfonodos. O paciente é de área endêmica, apresentou epistaxe e secreção purulenta periocular. Hemograma realizado em contador automático de células (Bio–2900 Vet–BioeasyDiagnostical) revelou severa leucopenia (1.800/µL), impossibilitando a contagem diferencial, hemácias 1,68x106/µL, hemoglobina 3,0g/dL, hematócrito 11%, evidenciando anemia normocítica hipocrômica. Discreta redução de proteínas plasmáticas totais (5,8g/dL) e intensa trombocitopenia (29.000/µL). Na avaliação morfológica foram observadas hemácias em rouleaux, linfócitos reativos, raros metarrubrícitos policromáticos e neutrófilos bastonetes. Devido à pancitopenia foi confeccionada lâmina de capa de leucócitos, corada em panótico rápido e observados neutrófilos contendo formas amastigotas de Leishmania spp.

Palavras-chave


Leishmaniose, Hemograma, Amastigota



DOI: http://dx.doi.org/10.26843/investigacaov1762018p%25p