Citologia de Melanoma Canino

Marcelo Souza Silva Filho, Nathan da Rocha Neves Cruz, Aureo Evangelista Santana

Resumo


Os melanócitos (centro) são células responsáveis pela produção de pigmento da pele (melanina) e em condições de multiplicação descontrolada provocam uma neoplasia maligna chamada de melanoma. A doença é frequente em cães idosos com tegumento pigmentados, sem pré-disposição sexual e com distribuição em região facial. Os melanomas quando bem diferenciados são de citologia com citoplasma amplo com grânulos de pigmentação escura (preto-esverdeado) e ao fundo da preparação grânulos de melanina soltos no fundo da lâmina. Quando indiferenciados: sua pigmentação não é aparente e pode até estar ausente em certos casos (melanoma amelanótico ou amelânico). Pode ser confundido com outras neoplasias (p. ex. sarcomas e linfoma) e ter comportamento mais agressivo e predisponente a metástases. Na preparação citológica podem ser encontrados macrófagos que fagocitam grânulos de melanina (melanofagócitos) e são diferenciados dos melanócitos por conta da granulação grosseira e vacúolos claros.


Palavras-chave


melanócitos, neoplasia, melanocítica, esfregaço



DOI: http://dx.doi.org/10.26843/investigacaov1762018p%25p