ÔMEGA 3: APLICABILIDADE TERAPÊUTICA EM PEQUENOS ANIMAIS

Jéssica Cristina de Barros, Daniel Paulino Junior

Resumo


Com o aumento da expectativa de vida dos animais de companhia, a busca por terapias neoadjuvantes para as doenças crônicas vem ganhando destaque aos olhos dos pesquisadores. O objetivo desta revisão é elucidar o uso clínico emergente do ácido graxo poli insaturado de cadeia longa (PUFA) ômega 3, sobre suas propriedades anti-inflamatórias e anti-oxidantes, pontuando sua efetividade, limitações de uso e possíveis reações adversas. Nas últimas décadas, houve um aumento significativo das publicações sobre suas doses e benefícios na medicina, porém a ascensão nas linhas de pesquisa veterinárias tem como objetivo avaliar sua eficácia nas mais variadas especialidades; dentre elas, a nutrição e a dermatologia estão com protocolos muito bem elaborados. Em um contexto geral, existe a necessidade de um número maior de estudos para validar as doses e indicações de um suplemento em crescimento na rotina clínica

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.26843/investigacaov1732018p%25p