INFECÇÃO POR HEMOPLASMOSE EM FELINO DOMÉSTICO NO MUNICÍPIO DE CABREÚVA, SÃO PAULO

João Luis Baqui Dias, Daniela Sanchez Mathias

Resumo


Presença de estruturas epieritrocitárias cocóides basofílicas compatíveis com hemoplasma em felino, 14 anos, fêmea, sem raça definida. Os hemoplasmas são bactérias que parasitam as hemácias dos hospedeiros e podem causar anemia grave. Atualmente, três espécies de micoplasmas já foram detectadas no Brasil através da técnica da reação em cadeia da Polimerase (PCR), que são Mycoplasma haemofelis, Candidatus Mycoplasma haemonminutum e Candidatus Mycoplasma turicensis. A observação do agente em questão por microscopia em esfregaço sanguíneo deve se limitar apenas à identificação do gênero Mycoplasma, sendo o PCR utilizado para diagnóstico definitivo das espécies.


Palavras-chave


Mycoplasma, Hemoplasmose, Anemia Infecciosa Felina