PANDEMIA E DISCURSO JORNALÍSTICO PELO DIGITAL

entre isolamento social/físico e distanciamento social/físico

Resumo

Este artigo lê a pandemia de Covid-19, doença do novo coronavírus, como acontecimento discursivo, que estrutura o dizer e domina discursividades, na metaforização de sentidos. Pelo dispositivo da Análise de Discurso, o objetivo do trabalho é analisar formulações do discurso jornalístico com os sintagmas nominais isolamento social/físico e distanciamento social/físico, situando o sujeito e os desdobramentos históricos que (re)significam as relações sociais pelo digital na pandemia. A análise mostra, a partir de um corpus constituído de materiais publicados de 1990 a 2020 no site do jornal Folha de São Paulo, um dos principais no Brasil, que o acontecimento da pandemia, no encontro do inter e do intradiscurso, domina sentidos, entre a paráfrase e o efeito metafórico na língua, significando a relação do sujeito pelo/com o digital. 
Publicado
2020-12-15