ORALISMO E IMPLANTE COCLEAR: MEMÓRIA E (RE) ATUALIZAÇÃO

  • Clevisvaldo Pinheiro Lima Universidade Federal do Piauí (UFPI)/Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) https://orcid.org/0000-0001-8907-9998
  • Maraisa Lopes Universidade Federal do Piauí - UFPI
Palavras-chave: Memória, Oralismo, Implante Coclear.

Resumo

A memória tende a absorver o acontecimento que, sob a forma de paráfrase, tende a se manter regular, estável, mas que ante um acontecimento discursivo novo pode sofrer uma interrupção que desloca e desregula os implícitos, produzindo uma nova regularização sobreposta à primeira. Isso posto, este trabalho se propõe a investigar que discursos sobre a surdez foram ditos e permanecem ditos e por dizer e o modo como o discurso oralista se atualiza no discurso sobre o implante coclear, um dispositivo eletrônico desenvolvido para propiciar limiares auditivos aos surdos de grau profundo. Para tanto, utilizamo-nos do dispositivo teórico-metodológico da Análise de Discurso de base materialista, tendo Michel Pêcheux (2015), Eni Orlandi (2004, 2015) e Cristiane Dias (2018) como principais teóricos que embasam esse trabalho. Selecionamos para compor o arquivo que constitui essa pesquisa 08 programas das atrações matinais da Rede Globo, a saber: Mais Você; Bem-Estar e Encontro com Fátima Bernardes, os quais foram produzidos entre 2009 e 2016 e encontram-se disponíveis em plataformas digitais. 

Biografia do Autor

Clevisvaldo Pinheiro Lima, Universidade Federal do Piauí (UFPI)/Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
Doutorando em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp; Mestre em Letras, área de concentração - Linguistica, pelo Programa de Pós-Graduação em Letras, da Universidade Federal do Piauí (UFPI). Especialista em Libras pela Universidade Estadual do Piauí (UESPI). Professor Assistente I, Libras, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Campus Ministro Petrônio Portela. Membro efetivo do Núcleo de Pesquisas em Análise do Discurso (NEPAD).
Maraisa Lopes, Universidade Federal do Piauí - UFPI
possui graduação em Letras e especialização em Estudos da Linguagem pela Universidade de Mogi das Cruzes. Mestre em Linguística, área de concentração - Análise de Discurso, e, Doutora em Linguística (Bolsista CNPq-06/2009 a 06/2010), área de concentração - História das Ideias Linguísticas, pelo Programa de Pós-Graduação em Linguística, da Universidade Estadual de Campinas. Estágio Pós-Doutoral em Educação de Surdos (Deaf Education) pela Flagler College (Florida/USA), realizado junto ao Master's Program in Education of the Deaf and Hard of Hearing, sob a supervisão da Profa. Emérita Dra. Margaret H. Finnegan. Visiting Scholar, Bolsista da Comissão Fulbright (Seleção 2016 para os anos 2017/2018), com atividades desenvolvidas na Flagler College (Florida/USA). Professora Adjunta IV, Linguística, da Universidade Federal do Piauí (UFPI), Campus Ministro Petrônio Portela. Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade Federal do Piauí (PPGEL), Campus Ministro Petrônio Portela. Líder do Núcleo de Pesquisas em Análise do Discurso (NEPAD). Atualmente, é Coordenadora Geral de Graduação, Pró-Reitoria de Graduação/UFPI.
Publicado
2020-12-14