A Enunciação Apaixonada e o espaço da Paixão no Discurso Eleitoral do Candidato/Presidente Lula

Camila de Araújo Beraldo Ludovice, Edna Maria F. Santos

Resumo


O presente trabalho se propõe a fazer uma análise do sujeito da enunciação da campanha eleitoral de 2006 do atual presidente Lula emostrar as paixões presentes neste discurso, bem como no espaço em que ele se localiza. Para tanto, o trabalho será sustentado pela teoria semiótica greimasiana e pelos estudos sobre paixão. Considera-se que o discurso utilizado pelo candidato Lula é apaixonado e construído por um sujeito da enunciação responsável pela publicidade da campanha que deixa transparecer essa paixão. As paixões no trabalho em questão podem ser entendidas como efeitos de sentido de qualificações modais que modificam o sujeito de estado. O objetivo do trabalho é também mostrar à luz da semiótica, como o texto se constrói, isto é, explicar o que o texto diz e como diz, sobretudo, os mecanismos e procedimentos que constroem os seus sentidos. Pretende-se explicitar como esse sujeito da enunciação apaixonado referenda as paixões do ator Lula que, por sua vez, espelha as paixões do sujeito da enunciação. O que se percebe na campanha publicitária em análise é que o entrelaçamento da enunciação e do enunciado apaixonados constrói efeitos de sentido com o objetivo de atingir o seu objeto-valor, o voto do eleitor.

Palavras-chave


sujeito da enunciação; paixão; efeitos de sentido; semiótica greimasiana

Texto completo:

PDF