ANÁLISE SEMIÓTICA DO CONTO “TCHAU” DE LYGIA BOJUNGA NUNES

Andreia Cristina da Silva

Resumo


A partir de uma reflexão sobre a teoria semiótica apresentamos uma análise do conto “Tchau” de Lygia Bojunga Nunes. Nosso objetivo é analisar o texto através de um percurso gerativo do sentido, pois entendemos que o sentido do texto não é apreendido através de uma simples leitura e sim por uma análise de níveis de leitura, que geram um percurso “que vai do mais simples ao mais complexo, do mais abstrato ao mais concreto”, (GREIMAS; COURTES apud BARROS, 1988). Com análise desses níveis, pretendemos mostrar que o sentido apreendido no texto nasce na cultura, uma vez que os valores que circulam os textos trazem marcas sociais, históricas e ideológicas. Objetivamos também, tecer um caminho para o leitor percorrer o texto e encontrar nele identidades ou adversidades, enfim, valorizar a relação leitor/texto como uma interação em que o leitor não é um receptor passivo da mensagem, mas torna-se um co-autor do texto.

Palavras-chave


semiótica; literatura infanto-juvenil; conto

Texto completo:

PDF